Aumentar fonte:

Tesouro divulga o relatório: Uma Análise dos Ativos e Passivos da União - 2017

Documento traz dados sobre ativos e passivos da União, patrimônio líquido, dívida, regra de ouro e restos a pagar

O Tesouro Nacional divulga nesta terça-feira (5/6) o "Relatório Contábil do Tesouro Nacional – Uma Análise dos Ativos e Passivos da União". Com dados de 2017, o documento traz, por meio de uma linguagem acessível, as informações mais relevantes que auxiliam no entendimento das finanças públicas da União sob uma ótica contábil. 

O Patrimônio Líquido da União encerrou o ano passado negativo em R$ 2,43 trilhões, o que representa um aumento de 20% em relação a 2016. Na análise dos fluxos de caixa, os desembolsos para a execução de políticas públicas superaram as receitas correntes em R$ 121,9 bilhões. Outro destaque é que apenas 15% do estoque de créditos tributários e de dívida ativa tributária lançados e não arrecadados são considerados recuperáveis.

O relatório chama atenção ainda para a evolução da Dívida Pública Federal em poder de mercado, para o aumento das despesas com pessoal da União, que atingiu 35,2% da receita corrente líquida, e para o déficit da Seguridade Social. O documento traz um capítulo dedicado à regra de ouro, enquanto outro apresenta uma análise histórica sobre restos a pagar.

O Relatório Contábil do Tesouro Nacional integra um conjunto de documentos que não são exigidos legalmente, mas que foram elaborados por iniciativa do Tesouro para dar mais transparência às informações fiscais e contábeis do país. A divulgação desses relatórios alinha o Brasil com as melhores práticas internacionais e contribui para embasar a discussão sobre as contas públicas.

Veja a página com o histórico desses relatórios fiscais produzidos pelo Tesouro Nacional.